Quem Sou Eu???

Quem Sou Eu???
Uma Eterna Aprendiz...

Total de visualizações de página

Volta ao mundo... Estamos aqui!!!

Recent Visitors

Seguidores

Postagens populares

15 de janeiro de 2010

Amor Extremo

Protagonizado por Keira Knighley e Sienna Miller, o longa foi recebido pela crítica especializada como o melhor trabalho das atrizes.


Photobucket
Do diretor John Maybury, e com participações no “Festival do Rio” e “Mostra São Paulo” deste ano, o longa “Amor Extremo” já está em cartaz nas salas de cinema da capital paulista e logo chega por aqui. Baseado em histórias reais “Amor Extremo” gira em torno de duas mulheres muito a frente do seu tempo e seus amores.

O Filme

Década de 1940, em Londres e em meio às incertezas da guerra promessas são quebradas, e os relacionamentos de dois jovens casais se entrelaçam de maneira perigosa e arriscada. A única coisa mais perigosa que uma guerra, é o amor. Quando crianças, Vera Phillips (Keira Knightley) e Dylan Thomas (Matthew Rhys) se amavam. Adultos, se reencontram em Londres, durante a 2ª Guerra Mundial. Ela é cantora e ele escreve filmes de propaganda para o governo. Apesar de ainda se amarem, Thomas está casado com a bela Caitlin Macnamara (Sienna Miller), com quem, surpreendentemente, Vera desenvolve uma grande amizade. O triângulo é acrescido de William Killick (Cillian Murphy), oficial que conquista a cantora e se casa com ela. Quando este é obrigado a servir na guerra, Vera fica sozinha com Dylan e Caitlin, e a batalha entre o que pensa e o que sente torna-se mais intensa. O filme, produzido por Rebekah Gilbertson (mãe de Keira Knightley), conta a história real do triângulo amoroso entre o poeta Dylan Thomas e os avós da produtora, Vera e William. Rebekah sempre soube que sua avó tinha sido amiga de infância do escritor, mas só descobriu a história verdadeira ao ler a biografia de Dylan. Quando estava na National Film and Television School, precisava adaptar um livro para o cinema, então escolheu esta biografia. O longa conta com música de Angelo Badalamenti, fotografia de Jonathan Freeman, direção de arte de Mark Raggett, figurino de April Ferry e edição de Emma E. Hickox.



Note e Anote
A revolução das Princesas
Photobucket
Foto: Editora Planeta/Divulgação



A obra espanhola “La Cenicienta que no queria comer perdices” (“A Cinderela que não queria comer perdizes”) vendeu mais de 50 mil exemplares no país nas seis primeiras semanas após seu lançamento. A história foi criada quase que por brincadeira pela escritora Nunila López Salamero e pela desenhista Myriam Cameros Sierra. Elas contam que ofereceram o livro a várias editoras espanholas e não receberam nem um e-mail como resposta. Com a ajuda de amigas e de associações de combate à violência contra a mulher, López e Cameros juntaram dinheiro em coletas para a primeira publicação e o sucesso foi imediato. Receberam apoio de intelectuais espanhóis e chamaram a atenção de uma das maiores editoras da Espanha, a Planeta, que publicou o texto. A Cinderela espanhola do século 21 percebe que era uma mulher maltratada pela madrasta e suas irmãs, abandonada pelo pai, forçada a estar magra para caber em roupas de tamanho 38 e que o príncipe, depois que se tornou seu marido, era um mandão e eterno insatisfeito. No livro, a renovada Gata Borralheira ainda se reencontra com suas amigas princesas que também estão em nova fase e com outros personagens de contos clássicos que decidem mudar de vida. A Bela Adormecida explica como acordou sozinha, Branca de Neve sai da depressão, deixa de tomar remédio ansiolítico e resolve se bronzear até ficar morena. “O livro é dedicado a todas as mulheres valentes que querem mudar de vida”, explicam as autoras. Ele deverá ser lançado no Brasil em 2010, mas ainda sem previsão de data, nem título definitivo.
Acontecendo...


Do gramado para os flashs
Photobucket
O jogador de futebol português Cristiano Ronaldo posou para a nova campanha da Emporio Armani. O jogador do Real Madri substitui David Beckham como o garoto propaganda. As fotos foram feitas na capital espanhola por Mert Alas e Marcus Piggot e devem aparecer em revistas de esportes e moda a partir de fevereiro. Outros craques bonitões também já participaram dos anúncios da grife italiana. Luis Figo, Thierry Henry, Christian Vieri, Fabio Cannavaro, Andriy Shevchenko e Kaká. “Cristiano é um homem com uma ótima aparência e com o físico perfeito para um atleta”, afirmou Armani. “Para mim, ele é a essência da juventude, espontaneidade, excitação e uma real rebeldia”, completou o estilista.


Blumas de Avalon por Nica Kessler

Nica Kessler, estreante no line-up do Fashion Rio, apresentou uma coleção de inverno 2010 inspirado no clássico “Brumas de Avalon”. A estilista também definiu o “make” de suas modelos como “uma beleza suave inspirada em fadas, em tons delicados”. E foi exatamente isso que a equipe de maquiadores criou e arrasou! A Alessa encerrou a 16ª edição de inverno 2010 do Fashion Rio com uma coleção linda, inspirada em instrumentos musicais. E a partir do próximo domingo dia 17 a “Pauliceia” estará a todo o vapor, pois começa o São Paulo Fashion Week.


“Yellow Submarine”
Os atores britânicos Cary Elwes (George Harrison), Dean Lennox Kelly (John Lennon), Peter Serafinowicz (Paul McCartney) e Adam Campbell (Ringo Starr) estão em negociações para representar os integrantes do Fab Four em “Yellow Submarine,” um remake a ser feito pela Disney. O filme animado original de 1968 era baseado numa música dos Beatles. Em sua trama, um soldado chamado Old Fred encontra os Beatles e viaja a Pepperland em um submarino amarelo. O diretor é Robert Zemeckis, e como fez em seu recente “Os Fantasmas de Scrooge”, fará o filme com tecnologia de “performance capture” em 3D. O roteiro também é de sua autoria.
Estatueta

Photobucket

Jeff Bridges com “Coração louco”, George Clooney com “Amor sem escalas”, Colin Firth com “A single man”, Morgan Freeman com “Invictus” e Jeremy Renner com “Guerra ao terror” são os atores que concorrem ao Oscar 2010 na categoria “Melhor Ator”. Outros possíveis indicados são: Daniel Day-Lewis com “Nine”, Michael Stuhlbarg com “Um homem sério”, Tobey Maguire com “Brothers” e Ben Foster com “The Messenger”.


Nenhum comentário: