Quem Sou Eu???

Quem Sou Eu???
Uma Eterna Aprendiz...

Total de visualizações de página

Volta ao mundo... Estamos aqui!!!

Recent Visitors

Seguidores

Postagens populares

24 de maio de 2008

Norma Jean

Photobucket
Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
E o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura... Enquanto durar
Cora Coralina

23 de maio de 2008

Ah... Eu adoro voar!




Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo. Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso. Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos. Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram. Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir. Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi. Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto. Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!
Clarice Lispector

18 de maio de 2008

O nosso "Poetinha"...


"Se eu morrer antes de você, faça-me um favor. Chore o quanto quiser, mas não brigue com Deus por Ele haver me levado. Se não quiser chorar, não chore. Se não conseguir chorar, não se preocupe. Se tiver vontade de rir, ria. Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, ouça e acrescente sua versão. Se me elogiarem demais, corrija o exagero. Se me criticarem demais, defenda-me. Se me quiserem fazer um santo, só porque morri, mostre que eu tinha um pouco de santo, mas estava longe de ser o santo que me pintam. Se me quiserem fazer um demônio, mostre que eu talvez tivesse um pouco de demônio, mas que a vida inteira eu tentei ser bom e amigo. Se falarem mais de mim do que de Jesus Cristo, chame a atenção deles. Se sentir saudade e quiser falar comigo, fale com Jesus e eu ouvirei. Espero estar com Ele o suficiente para continuar sendo útil a você, lá onde estiver. E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim, diga apenas uma frase :" Foi meu amigo, acreditou em mim e me quis mais perto de Deus." Aí, então derrame uma lágrima. Eu não estarei presente para enxugá-la, mas não faz mal. Outros amigos farão isso no meu lugar. E, vendo-me bem substituído, irei cuidar de minha nova tarefa no céu. Mas, de vez em quando, dê uma espiadinha na direção de Deus. Você não me verá, mas eu ficaria muito feliz vendo você olhar para Ele. E, quando chegar a sua vez de ir para o Pai, aí, sem nenhum véu a separar a gente, vamos viver, em Deus, a amizade que aqui nos preparou para Ele. Você acredita nessas coisas ??? Sim??? Então ore para que nós dois vivamos como quem sabe que vai morrer um dia, e que morramos como quem soube viver direito. Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo o seu começo. Eu não vou estranhar o céu . . . Sabe porque ? Porque... Ser seu amigo já é um pedaço dele" !!!
(Vinícius de Moraes)

12 de maio de 2008

Inesquecível Clarice!!!


"Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida. Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, espararei quanto tempo for preciso." Clarice Lispector

11 de maio de 2008

De Maribel para Maribel...


"Toda Mulher é Mãe!!!
Mesmo que nunca tenha gerado um filho. Mesmo que nunca venha a gerá-lo.Toda Mulher é Mãe!!!
Primeiro da boneca, mais tarde do irmãozinho, casada é mãe do marido antes de ser dos filhos... Sem filhos será mãe adotiva, entregará a alguém os benefícios do seu AMOR. Os sobrinhos, os filhos alheios, os alunos...
Uma causa justa: quantas mulheres que a vida não escolheu para a maternidade de seus próprios filhos? Não se tornaram Mães de suas próprias Mães? Quantas? Ou do Pai? Ou do Avô?
A Maternidade é irreprimível... Na guerra, a mulher é mãe dos feridos, mesmo que tenham outra bandeira e usem outro uniforme, a maternidade não tem fronteira, não tem cor, não tem preferências...É das poucas coisas que se bastam a si mesmas !!!
Tem sua própria devoção: A ESPERANÇA... Tem sua própria ideologia: O AMOR!! MÃE, Toda MULHER é MÃE!!!

Mamãe Isabel, para você!!!


Divina Música!

Filha da Alma e do Amor.
Cálice da amargura
e do Amor.
Sonho do coração humano,
fruto da tristeza.
Flor da alegria, fragrância
e desabrochar dos sentimentos.
Linguagem dos amantes,
confidenciadora de segredos.
Mãe das lágrimas do amor oculto.
Inspiradora de poetas, de compositores
e dos grandes realizadores.
Unidade de pensamento dentro dos fragmentos
das palavras.
Criadora do amor que se origina da beleza.
Vinho do coração
que exulta num mundo de sonhos.
Encorajadora dos guerreiros,
fortalecedora das almas.
Oceano de perdão e mar de ternura.
Ó música.
Em tuas profundezas
depositamos nossos corações e almas.
Tu nos ensinaste a ver com os ouvidos
e a ouvir com os corações.


kalil Gibran

8 de maio de 2008

Refletindo o ser artista!!!


"Faça todas as coisas criativas, faça o melhor a partir do pior ...isso é o que eu chamo de arte. E se um homem viveu toda a vida fazendo a todo momento uma beleza, um amor, um desfrute, naturalmente a sua morte será o supremo pico no empenho de toda a sua vida... sua morte não será feia como ordinariamente acontece todo dia com todo mundo. Se a morte é feia, isso significa que toda a sua vida foi um desperdício. A morte deveria ser uma aceitação pacífica, uma entrada amorosa no desconhecido, um alegre despedir-se dos velhos amigos, do velho mundo." Osho

7 de maio de 2008

Mestres...


"O mundo não será feliz a não ser quando todos os homens tiverem alma de artista, isto é, quando todos tirarem prazer do seu trabalho."
Auguste Rodin

O Mestre e a sua alma...


"A arte é a contemplação; é o prazer do espírito que penetra a natureza e descobre que a natureza também tem alma."
Auguste Rodin

O ato de esculpir


"Não faço esculturas, na verdade, elas sempre estiveram lá. Eu apenas retiro os excessos."Michelangelo

Momento poesia.


Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma da gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!
Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
D'alguém que quis amar e nunca amou!
Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!
Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minh'alma
Que chorasse perdida em tua voz!
Florbela Espanca


Um novo desafio! Quase dois meses...


Reforço na equipe
Home > Tô Ligado
5/3/2008- Artista plástica e membro do Conselho Municipal de Cultura, Maribel Santos assume a partir do próximo sábado a coluna Vida Social




A artista plástica e agora colunista, Maribel Santos:
A partir do próximo sábado, 8 de março, a equipe do caderno Tô!Ligado terá nova integrante. Maribel Santos assume a redação da coluna “Vida Social”, que traz informações sobre todas as movimentações da sociedade araraquarense e também novidades nas áreas de moda e artes.
Envolvida com várias atividades institucionais em Araraquara, Maribel - que é artista plástica - está em seu segundo mandato como membro do Conselho Municipal de Cultura e é presidente do Clube das Acácias, reconhecida entidade de benemerência na cidade.
Como artista plástica, Maribel tem participação em diversos salões de Araraquara e região, com algumas premiações e obras que integram o acervo cultural da Pinacoteca Mário Ybarra de Almeida.No Senac, foi docente nas áreas de moda e decoração na unidade local e nas de São Carlos e Ribeirão Preto. No cargo, ajudou a organizar a primeira edição do Fashion Day de Araraquara. Outra experiência profissional para Maribel foram os dois anos de trabalho junto ao projeto Renda Cidadã, em Gavião Peixoto.
Sorridente, falante e empolgada com o desafio, Maribel Santos conta ter recebido o convite da Tribuna como uma agradável e alegre surpresa. “Sou ligada a todos os meios de comunicação e acompanho a Tribuna. Será um trabalho onde poderei unir diferentes linguagens e estreitar ainda mais os laços com a cidade”, diz a artista plástica e agora colunista.

Seja bem-vinda, Maribel!


5 de maio de 2008

A poesia de Adélia Prado


Com licença poética

Quando nasci um anjo esbelto,
desses que tocam trombeta, anunciou:
vai carregar bandeira.
Cargo muito pesado pra mulher,
esta espécie ainda envergonhada.
Aceito os subterfúgios que me cabem,
sem precisar mentir.
Não sou tão feia que não possa casar,
acho o Rio de Janeiro uma beleza e
ora sim, ora não, creio em parto sem dor.
Mas o que sinto escrevo. Cumpro a sina.
Inauguro linhagens, fundo reinos
-- dor não é amargura.
Minha tristeza não tem pedigree,
já a minha vontade de alegria,
sua raiz vai ao meu mil avô.
Vai ser coxo na vida é maldição pra homem.
Mulher é desdobrável. Eu sou.
Adélia Prado

Palavras... Emoções... momentos únicos...


Ah... vou deixar aqui muito de tudo aquilo que tem acontecido nestes quase 60 dias... e de coisas maravilhosas que estão por vir. O convite deste novo trabalho me surpreendeu e ao mesmo tempo me encantou como uma criança que ganha inesperadamente um presente que jamais sonhou...As possibilidades inúmeras de viver momentos especiais e poder captar imagens que em segundos faz o nosso coração "pular" de felicidade é maravilhoso...Ganhei mais que um presente, poder homenagear as mulheres e com uma singela atitude expressar o meu carinho, respeito e admiração foi sensacional...Cláudio Fontana e a poesia de Adélia Prado, Gilberto Gil, Danilo Caymmi, Max Robert, Márce Porena,Ivo Dall'acqua, Duo Glacial, Mazinho Quevedo....e

4 de maio de 2008

Quem sou eu ??? Uma eterna aprendiz...

"Você sabe que obteve perfeição no design não quando você não tem nada mais a acrescentar, mas quando você não tem nada mais para tirar."(Antoine de Saint-Exupéry)
Falar, escrever, sentir, exteriorizar... nunca foi difícil para alguém que nasceu sensível e recebeu estímulos para continuar sendo.Sou a primeira filha, nasci e mamãe jovenzinha me educou em um vale encantado que existia dentro de nossa casa, com todo o amor e carinho. Também recebi do papai como única menina de três filhos igual carinho e é claro por ser menina sempre achavam que eu era a preferida, puro ciúmes dos irmãos.Sempre fui sensível e chorona e continuo sendo é claro e para uma artista este é o diferencial, pois criamos um mundo particular onde o sentir está sempre em primeiro lugar.E porque não estaria???