Quem Sou Eu???

Quem Sou Eu???
Uma Eterna Aprendiz...

Total de visualizações de página

Volta ao mundo... Estamos aqui!!!

Recent Visitors

Seguidores

Postagens populares

31 de janeiro de 2009

Desvendando Maysa...

Photobucket
Maysa Figueira Monjardim


Linda, talentosa, irreverente, sedutora, polêmica. Menina, mãe, mulher, cantora, compositora, esposa, romântica. Graças à telinha ela esteve de volta. No dia 5 de Janeiro estreou na Rede Globo a minissérie “Maysa Quando fala um coração”, escrita por Manoel Carlos e Ângela Chaves e dirigida por Jayme Monjardim Matarazzo, filho único desta cantora sensível e inteligente que marcou uma época não só com suas canções melancólicas e de fossa, como também com sua personalidade forte, espírito libertário e transgressor.Manoel Carlos recontou a história da cantora baseando-se em diários, anotações e todo o material que a própria Maysa guardava sobre sua vida. Maneco também criou situações fictícias, mas possíveis... Sempre fui fã de Maysa e ao assistir os primeiros capítulos resolvi pesquisar para postar aqui curiosidades e situações que esclareceriam fatos que seriam omitidos na minissérie. Dias corridos com a pesquisa, e lendo a Ilustrada do dia 14 de janeiro me deparei com um comentário do biógrafo Lira Neto que escreveu "Maysa: Só em uma multidão de amores" dizendo que Maysa estava sendo tratada na minissérie como uma garota mimada, exatamente o que ela não foi.Imediatamente comecei a escrever um e-mail para o jornalista Lira Neto que com o seu comentário me deixou mais segura de que a minha pesquisa estava no caminho certo.Não consegui enviar o e-mail,pois estava com um pequeno problema na configuração do computador, então postei um comentário em seu blog parabenizando pela postura que teve em defesa da imagem de Maysa.O livro de Lira foi publicado em 1997 e agora está na lista dos best-sellers da revista Veja.Acho importante postar aqui um texto que resume a vida de Maysa, pois descobri fatos que como fã tenho também a responsabilidade de não omití-los.Postarei em duas partes, para que não fique longo demais.Espero que você goste e deixe o seu comentário.


11 de janeiro de 2009

Maysa sempre Maysa!!!

Maysa Figueira Monjardim...
Maysa Monjardim Matarazzo...
Maysa Sempre Maysa...
PhotobucketPhotobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket


Ne me quitte pas
Composição Jaques Brel
(Tradução)

Não me deixe
Devemos esquecer
Tudo pode ser esquecido
Que já tenha passado
Esquecer os tempos
Dos mal entendidos
E os tempos perdidos
Tentando saber como
Esquecer as horas
Que as vezes mataram
Com sopros de porque
O coração de felicidade
Não me deixe

Eu vou te oferecer
Pérolas de chuva
Que vêm dos países
Onde não chove
Eu vou cavar a terra
Até a minha morte
Para cobrir teu corpo
De ouro e luzes
Eu farei uma terra
Onde o amor será rei
Onde o amor será lei
Onde tu serás rainha
Não me deixe

Não me deixe
Eu inventarei
Palavras sem sentido
Que tu compreenderás
Eu te falarei
Sobre os amantes
Que viram duplamente
Seus corações incendiarem-se
Eu te contarei
A história deste rei
Morto por não poder
Te reencontrar
Não me deixe

Nós frequentemente vemos
Renascer o fogo
Do vulcão antigo
Que pensamos estar velho demais
Nos é mostrado
Em terras que foram queimadas
Nascendo mais trigo
Do que no melhor abril
E quando vem a noite
Com um céu flamejante
O vermelho e o negro
Não se casam
Não me deixe

Não me deixe
Eu não vou mais chorar
Eu não vou mais falar
Eu me esconderei lá
Para te contemplar
A dançar e sorrir
E para te ouvir
Cantar e então rir
Deixa que eu me torne
A sombra da tua sombra
A sombra da tua mão
A sombra do teu cachorro
Não me deixe

9 de janeiro de 2009

Tela Grande no SESC!!!

Dia 11.01


Photobucket
Um conhecido repórter do tempo retorna à sua cidade-natal para o enterro de seu pai. Lá ele encontra uma parte da família que não conhecia, que lhe cobra que se vingue da morte. Com José Dumont, Giulia Gam, Selton Mello, Matheus Nachtergaele e Renata Sorrah. Drama – Brasil, 2006, 115 min Dir: Lirio Ferreira.Recomendado para maiores de 16 anos,às 14h e 30.

Dia 18.01



Photobucket

Dois amigos de infância que ganham a vida fazendo fretes a bordo de um barco conhecem uma stripper, formando um tenso triângulo amoroso. Um filme sobre a amizade, sexo e paixão que mostra uma Bahia que não aparece nos cartões postais.Drama – Brasil, 2005, 93 min. Dir: Sérgio Machado ,com Wagner Moura, Lázaro Ramos e Alice Braga.Recomendado para maiores de 18 anos.
25.01

Photobucket
Retrato visceral dos subúrbios da cidade de Recife, narrado a partir de personagens que remetem ao universo da dramaturgia de Nélson Rodrigues.Drama – Brasil, 2002, 100 min. Dir: Cláudio Assis, com Matheus Nachtergaele, Jonas Bloch, Dira Paes e Chico Diaz.

7 de janeiro de 2009

Ele estará por aqui...

Photobucket

O queridíssimo José Celso Matinez Corrêa esteve em 2008 se apresentando no SESC com o espetáculo “Taniko: O rito do mar”. Tive a honra de poder fotografar o lindo espetáculo encenado por Zé Celso e a trupe do Uzina Uzona no dia 24 de junho em homenagem a Luiz Antônio Martinez Corrêa patrono da Semana Luiz Antônio que comemorou 20 anos. “Taniko: O Rito do Vale “foi à última encenação do renomado artista araraquarense antes de sua morte. O texto foi adaptado em razão dos 100 anos da imigração japonesa e o título foi modificado, substituindo a palavra vale por mar. O grupo Uzyna Uzona musicou seus versos retomando o trabalho do Coro do Oficina que fez parte da programação do SESC no ano passado.O resultado foi fantástico e a apresentação foi especial, pois dia 24 de junho Luiz Antônio se estivesse vivo completaria 58 anos, e Zé Celso para homenagear o irmão cantou ao final do espetáculo e aqueceu a noite fria de inverno com sua irreverência e deixou nossos corações vibrando com sua energia.E com negociações bastante adiantadas o SESC planeja trazer Zé Celso com um novo espetáculo como parte da programação de 2009 em nossa cidade. Vamos aguardar a nova programação... E se você quiser conferir mais foto do espetáculo realizado em Araraquara tive a honra de ter as minhas fotos postadas no site do Oficina, e o link é:
• http://www.teatroficina.com.br/menus/69/photos
Aguardo sua visita!!!

Photobucket

5 de janeiro de 2009

E viva o Astro-Rei!!!

Photobucket

Foto do satélite Hubble

Estamos em 2009!!!
Ano do sol, o astro-rei, o planeta vermelho brilha em 2009 e sob sua regência receberemos toda a força deste astro que em parceria com o anjo regente Miguel Arcanjo nos impulsionará para enfrentar novos desafios. Na numerologia estamos protegidos por um número mestre, o onze, no horóscopo chinês o ano é do boi que representa a família, o equilíbrio, e por ser uma quinta o primeiro dia do ano,também temos a proteção de Oxossi o orixá da fartura. Representado por Apolo na mitologia romana e por Hórus, no panteão egípcio, o deus sol, reverenciado em tantas culturas, será o centro das atenções e energias este ano. Mais do que nunca estaremos sendo banhados pelo fogo da vida, pela vitalidade e vivacidade inerentes ao rei sol, centro de energia do Sistema Solar no qual estamos inseridos, doando vida e gerando calor para que possamos preservar diariamente a nossa energia. Portanto, podemos esperar do novo ano muito impulso para enfrentar os obstáculos.
E vale também conhecer um pouco dos deuses solares :
Apolo (Tradição Grega): Deus do Sol e Patrono da Verdade, da Música, da Medicina e Pai da Profecia. Filho de Zeus fundou o Oráculo de Delfos, que dava conselhos aos gregos através de Pitonisa, Sacerdotisa de Apolo, que entrava em transe devido aos vapores vindos das profundezas da terra. É irmão gêmeo de Artemis, a Deusa da Lua e da Caça.
Belenos (Tradição Celta): Deus do Sol e do Fogo na Irlanda e muito ligado aos Druidas. Belenos exerce influência sobre a ciência, a cura, o fogo, o sucesso, a fama, a prosperidade, a colheita, o gado, a fertilidade e a purificação.
Dagda (Tradição Celta): Deus da Morte e do Renascimento e Mestre de todos os ofícios, teve vários filhos, sendo os mais importantes Brigit, Angus, Midir, Ogma e Bodb, O Vermelho. Além de dar proteção, exerce influência sobre os guerreiros, conhecimento, fogo, profecia, magia, o Sol, a reencarnação, as artes e o tempo. É patrono dos Sacerdotes e pode dar cura, prosperidade, e abundância. Originário da Irlanda.
Lugh (Tradição Celta): Deus herói, brilhante e corajoso, simbolizado pelo Sol. Seu símbolo é um veado branco, mas os corvos também são associados a ele. O Lughnassadh é uma festividade em sua homenagem. Carpinteiro, pedreiro, ferreiro, harpista, poeta, druida, médico e ourives. Exerce influência sobre a magia, as viagens, as artes marciais, a reencarnação, a guerra, o relâmpago, a água, as artes e ofícios. Ajuda poetas, ferreiros, músicos, historiadores, harpistas e feiticeiros. Também influencia na vingança, nas curas, na iniciação, na profecia e nas artes manuais.
Re (Rá) (Tradição Egípcia); O Deus Sol de Heliópolis; cabeça do grande eneagrama, juiz supremo; frequentemente vinculado a outros Deuses que aspiram à Universalidade, por exemplo, Amon-Ra, Sobk-Ra; representado como o Deus Cabeça de Falcão. Assemelha-se ao pai de todos os Deuses, a partir dele todos os outros deuses e deusas foram criados. Ele é conhecido também por três aspectos, que correspondem às posições do Sol, Amen na aurora, Re no ocaso e Set no crepúsculo.
Mas o que importa mesmo é ter a certeza que estamos iniciando 2009 com fé e energia amorosa e fazer valer cada novo passo neste novo ano que está apenas começando com toda a luz do astro-rei ... Namastê!!!

Photobucket
Deus Apolo

1 de janeiro de 2009

Comece 2009 refletindo...

Photobucket
Nós gastamos a maior parte da nossa vida correndo atrás das coisas, fazendo coisas. Nós esquecemos que ser vem antes de fazer. Aqueles que lembram este segredo fazem um empenho para ser e descobrem que quando param e observam, a vida ajuda e traz aquilo que é necessário. Aprender a ser é aprender a estar em paz.(Brahma Kumaris)