Quem Sou Eu???

Quem Sou Eu???
Uma Eterna Aprendiz...

Total de visualizações de página

Volta ao mundo... Estamos aqui!!!

Recent Visitors

Seguidores

Postagens populares

12 de dezembro de 2010

Vamos salvar as nossas matas!!!

Deputados ruralistas estão tentando apressar um pedido de urgência para colocar o Código Florestal em votação ainda este ano! A aprovação da atual proposta iria acarretar na perda e milhões de hectares de matas nativas em todo o país.
As alterações no Código Florestal têm sido amplamente criticados por ambientalistas, pesquisadores e pessoas chave do governo. O apoio ao projeto vem de grandes latifundiários, fazendeiros de soja e gado -- deputados poderosos com fortes interesses privados na redução das proteções ambientais e legalização do desmatamento.
A proposta ruralista tem 347 votos. Para derrubá-la e proteger as florestas, nós precisamos convencer 117 deputados a removerem o seu apoio ao pedido de urgência. Os ruralistas acham que podem empurrar esta proposta enquanto ninguém está olhando -- porque eles sabem por experiência que a pressão popular pode derrubar acordos secretos. Vamos gerar um chamado urgente: se nós conseguirmos uma mobilização em massa de todo o Brasil, podemos salvar o Código Florestal! Clique para enviar uma mensagem para os deputados agora:

http://www.avaaz.org/po/codigo_florestal/?vl

Se o pedido de urgência for aprovado na próxima terça dia 14 de dezembro, significa que as alterações no Código Florestal podem ser votados a qualquer momento, sem nenhuma discussão, negociação ou revisão. Após meses de um debate fervoroso, comprovando que a atual proposta é um enorme retrocesso nas proteções ambientais e que ela precisa ser cuidadosamente revista por especialistas, nós não podemos deixar interesses ruralistas forçarem uma votação prematura.
O "novo" Código Florestal seria uma catástrofe ambiental. Se aprovado ele iria remover proteções para topos de morros e leitos de rios, fazendo desastres como as inundações trágicas do Nordeste e deslizamentos no Rio ainda mais frequentes. A proposta chega ao absurdo de propor anistia total a desmatadores, passando a mensagem que o desmatamento compensa e é perdoado. Uma área do tamanho de Minas Gerais seria exposto ao desmatamento, que, de acordo com especialistas, liberaria 25 bilhões de toneladas de gases de efeito estufa na atmosfera, impedindo o Brasil de cumprir as suas metas de emissão de carbono.
Se nós não nos manifestarmos os ruralistas irão ganhar, destruindo nosso precioso patrimônio público pelo lucro privado. Nós sabemos que os brasileiros se preocupam com mudanças climáticas e o meio ambiente, mas infelizmente os deputados não estão representando os nossos interesses. Vamos lhes dar um aviso que estamos observando e não iremos permitir a destruição institucionalizada dos nossos recursos naturais para benefícios privados. Vamos deixar claro que queremos as nossas florestas fortes e de pé! 

Nenhum comentário: