Quem Sou Eu???

Quem Sou Eu???
Uma Eterna Aprendiz...

Total de visualizações de página

Volta ao mundo... Estamos aqui!!!

Recent Visitors

Seguidores

Postagens populares

17 de outubro de 2008

No SESC!!!


Araraquara,Setembro de 2008.
Nossa que máximo! Foi exatamente o que pensei ao ler o e-mail que recebi com a programação do SESC do mês de setembro. O show dos Paralamas em Araraquara na sexta dia 5 foi o meu primeiro compromisso agendado com uma alegria, um frisson e uma emoção bárbara. Pensei, nossa fazer a cobertura do show para o jornal e poder fotografar os “meninos” dos Paralamas era um presente para comemorar o meu trabalho de seis meses de colunista da Tribuna Impressa. Já fui a vários shows aqui e fora, mas nunca tive a oportunidade de vê-los e não vou dizer que durante os meses passados como colunista nada me causou emoção, claro que sim. Entre eles: Gilberto Gil, Danilo Caymmi, Luis Melodia... Quando recebi o convite para este novo trabalho, adorei, pois como artista plástica um dos objetivos na coluna era ter a possibilidade de focar todas as linguagens culturais e prestigiar os artistas locais e todos aqueles que estivessem na cidade com espetáculos, shows e tudo mais... E a minha proposta foi aceita pelo jornal então comecei mais um desafio. Mas nada até agora tinha me proporcionado tanta emoção... Barone, Bi Ribeiro e Herbert Vianna... Ah! O fofo do Herbert! Nossa! A minha geração acompanhou tudinhoooo sou de 62. Cantou, chorou, vibrou e tudo isso não é qualquer coisa. Sou sensível, intensa, visceral... me entrego com amor ao meu trabalho, mas assistir ao show não seria um trabalho e sim um presente. Quando nos identificamos com um artista ele passa a fazer parte da nossa história e ver o Herbert cantando, tocando depois de tudo... definitivamente era mágico. Mas não ficou só nisso... Recebi um telefonema na sexta do SESC quase 7 da noite me convidando para entrar no camarim para conhecer os “meninos”, mas não como colunista e sim como uma fã, fiquei muda! Estava em meu ateliê e pensei vou levar algo de presente para o Herbert, mas o quê? Entre tantas esculturas e cerâmicas escolhi uma em especial, olhei, olhei e pensei: É esta! Minha agenda estava uma loucura, mas antes do show teria que cumpri-la é claro. Corri muito, e entre uma coisa e outra liguei para a minha amiga Marcela que também iria ao show e perguntei a ela se gostaria de entrar comigo no camarim a Má prontamente respondeu: É claro! Ficou eufórica como eu e ficamos de nos encontrar lá pois tinha os meus compromissos profissionais.Precisava estar no SESC às 22 h ... corri, o meu coração a mil por hora e quando cheguei para estacionar não encontrava um lugarzinho e estava atrasada.Enfim estacionei, e fui pegar o meu crachá pois mesmo não parecendo estava trabalhando... Chegou a tão esperada hora... ao entrar no camarim estávamos juntas eu, a Má e a Lucivânia, cumprimentei o Bi Ribeiro, o Barone e ao olhar para o Herbert fiquei extremamente emocionada, entreguei o meu presente ele abriu, sorriu e foi um doce... Mas por um segundo lembrei o quanto chorei e rezei na época do acidente para que Deus cuidasse dele... acompanhei todas as notícias e vibrava a cada progresso alcançado e agora eu estava ali olhando para aquele “mocinho” que venceu todas as barreiras e lutou com fé, força e determinação para viver e ser feliz.Olhou para min e pediu carinhosamente que depois do show eu voltasse, pois queria saber a minha opinião à respeito do show... eu respondi: Vai ser maravilhoso e muitos anjinhos estarão no palco iluminando para que tudo saia lindo.Foi MARAVILHOSO, as fotos que fiz ficaram lindas a minha emoção fez com que os meus olhos registrassem segundos mágicos dos meninos dos “Paralamas”. Não voltei ao camarim, pois como era da imprensa não pude voltar e muita gente desejava vê-lo, mas os anjos estavam lá com certeza, iluminando o palco... mas cantando e tocando um anjinho em especial: Herbert Lemos de Souza Vianna.Um anjo, com coração de menino e alma de um de um verdadeiro gigante.Maribel Santos.

Nenhum comentário: